sábado, 11 de fevereiro de 2017

Os 3 A's do BI de Sucesso



Envolvido em projetos de BI's por alguns anos e como co-founder da Looqbox, percebi alguns pontos fundamentais em um BI de sucesso, que batizo aqui como os 3 A's do BI de sucesso:

Acurado | Acessível | Ágil


Em tópicos, explico o por que cada 1 deles é fundamental.

1- Acuracidade

É uma das partes mais difíceis de se conseguir em um BI, e ao mesmo tempo uma das mais importantes. De nada adianta ter um BI ágil e acessível, se as informações estão erradas. Esse é o pedaço no qual as ferramentas de BI menos conseguem ajudar, pois ele depende dos processos de extração e limpeza dos dados (ETL), criação de repositórios confiáveis (DW), e não da ferramenta em si. Como o BI é a interface final com o usuário, muitas vezes o mensageiro acaba pagando pelo conteúdo da mensagem, e alguns BI's fracassam pela falta de solidez no tratamento das suas origens de dados no início do projeto. As fontes de dados são a fundação do seu BI e a base para seu projeto.

2- Acessibilidade

Ok, os dados estão prontos, on-line e acurados, estamos prontos para plugar nosso novo BI. Aqui o desafio é como distribuir esse conteúdo para o usuário de uma forma acessível. Já vi alguns milhões serem gastos em ferramentas que os usuários finais não conseguem utilizar, seja pela complexidade ou pela irrelevância dos dados. Em uma ferramenta moderna, uma dica importante é sempre avaliar se a solução oferece uma excelente experiência de interação com o usuário, tanto em desktop quando mobile, dado que no mundo atual, ficar no desktop é cada vez menos uma realidade tanto para a operação quanto para os executivos da empresa. Cuidado para não criar um BI bonito, mas de difícil acessibilidade e leitura, prejudicando assim a experiência do usuário.

3- Agilidade

Fontes de dados OK, dashboards e relatórios acessíveis e alinhados com as expectativas do usuários. Os dois primeiros A's estão funcionando perfeitamente, o que mais é necessário? Aqui conto uma breve história. Na Looqbox costumamos chamar relatórios lentos de relatórios com café. Certa vez em uma apresentação quando mencionei sobre esse tópico fui interrompido por um executivo que falou: "na nossa empresa temos relatório com almoço!". Por isso parafraseio Vinicius de Moraes e digo: "me desculpem os lentos mas velocidade é fundamental".
Esse artigo de Jakob Nielsen, traz uma análise muito interessante que pretendo explorar em um próximo post, mas a mensagem principal é que uma experiência excelente se encontra em respostas abaixo de 1 segundo, e é essa experiência que consideramos aceitável para tempo de resposta de um bom BI.


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Homenagem ao nosso Forest Gump dos números

Como primeiro post do Looqbox, fazemos uma homenagem ao lendário Hans Rossling. Falecido ontem aos 68 anos, era um amante dos números assim como nós, e mestre em tornar histórias complexas do mundo em apresentações simples e cativantes.

Lembro da minha empolgação quando assisti meu primeiro TED de Hans, era um daqueles vídeos que dava vontade de assistir múltiplas vezes e sair contanto para todo mundo. Fiquei tão animado que escrevi um post no meu blog pessoal em 2010. Não vou contar o final, senão estraga, que é a parte que Hans eterniza sua mensagem, de que é possível fazer o impossível.



Para mais vídeos do nosso Forest, procure por Hans Rossling no site do TED.com